RESENHA: UMA NOIVA PARA WINTERBORNE

11:18

Sinopse: Rhys Winterborne conquistou uma fortuna incalculável graças a sua ambição ferrenha. Filho de comerciante, ele se acostumou a conseguir exatamente o que quer - nos negócios e em tudo mais. No momento em que conhece a tímida aristocrata lady Helen Ravenel, decide que ela será sua. Se for preciso macular a honra dela para garantir que se case com ele, melhor ainda. Apesar de sua inocência, a sedução perseverante de Rhys desperta em Helen uma intensa e mútua paixão. Só que Rhys tem muitos inimigos que conspiram contra os dois. Além disso, Helen guarda um segredo sombrio que poderá separá-los para sempre. Os riscos ao amor deles são inimagináveis, mas a recompensa é uma vida inteira de felicidade. Com uma trama recheada de diálogos bem-humorados e cenas sensuais e românticas, Uma Noiva Para Winterborne é o segundo volume da coleção Os Ravenels.

**Cortesia da editora para uma resenha com uma opinião honesta**



Preciso pontuar duas coisas antes de entrar na resenha de Uma noiva para Winterborne: a primeira é que se o céu na capa fosse escuro, seria uma capa perfeita para o filme A noiva cadáver, apenas minha opinião; e segundo é que a história do relacionamento entre Helen e Rhys começa no primeiro volume da série Um sedutor coração. Você pode até ler o segundo sem ter lido o primeiro livro, porém alguns detalhes do relacionamento dos dois não terão sido mostrados em detalhes.

Helen é uma jovem super protegida que vê em Rhys, não apenas uma oportunidade para se libertar, mas também a oportunidade de viver uma vida aos seus termos e a sua escolha. Eu gosto disso na personagem. Todos falam que ela não está pronta para fazer suas escolhas, se o fizer será um erro, contudo, se ela tem que começar por algum lugar ou as coisas nunca vão mudar na sua vida. Porém, confesso que foi um pouco loucura ela ter começado justamente com o casamento dela, ainda assim, essa é a graça de ser um livro, não é?

Rhys por outro lado, se vê apegado a Helen, uma dama da sociedade, que teoricamente, naquelas épocas, ele nunca deveria nem chegar perto. Contudo, nosso protagonista de Galês nos apresenta um caráter determinado e um peso da visão da sociedade sobre si, o que trás todo aquele sofrimento para o personagem que quando lemos adoramos.



No meio da trama, LisaKleypas vai acrescentando mais a narrativa do que apenas o conflito interno dos protagonistas, e em algum momento do meio para o final da trama, a voz de Helen e seus problemas ficam mais alta, tirando o foco total do romance, de maneira repentina. Isso me desagradou bastante, pois esperava ver mais coisas do lado de Rhys que não ocorreu.

Outro ponto é que eu senti o relacionamento deles muito afastado, me pareceu uma coisa muito carnal, e no primeiro volume da série Revenels me fez acreditar que seria tão diferente.

Entretanto, nos altos e baixos a escrita de Lisa me prende como ninguém. Eu gosto da forma que ela faz os personagens crescerem e dos conflitos que ela põe na trama. Outra coisa que adoro em sua escrita e que pude ver nesse livro também, foi uma boa dose dos  personagens secundários que vão ter ou já tiveram sua história contada, sempre nos fazendo matar a saudade, nem que seja um pouquinho.


Editora: Arqueiro
Autor: Lisa Kleypas
Série: Os Ravenels , livro 2
Páginas: 336
Estrelas: ⭐⭐⭐

Comente aqui aquele livro que te prendeu mesmo tendo alguns erro na narrativa para você.

XOXO.

You Might Also Like

0 comentários