RESENHA: UM SEDUTOR SEM CORAÇÃO

08:00


Editora: Arqueiro
Autor: Lisa Kleypas
Série: Os Ravenel , livro 1
Páginas: 320
Estrelas: ⭐⭐⭐⭐
GOODREADS | SKOOB | AMAZON
**Cortesia da editora para uma resenha com uma opinião honesta**
Devon Ravenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas.A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon.Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar.Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu?Um sedutor sem coração inaugura a coleção Os Ravenels com uma narrativa elegante, romântica e voluptuosa que fará você prender o fôlego até o final.


Logo de cara aviso que Lisa Kleypas é uma das minhas autoras de romance de época favoritas da vida. Então qualquer coisa que ela lance, eu vou ter grandes expectativas. Não, não tem como evitar.

Um sedutor sem coração, para mim, foi uma das melhores histórias dela no sentido narrativo. Senti que nesse livro tinha muito mais do que apenas um romance entre duas pessoas. Havia uma situação, um passado, coisas a serem resolvidas, coisas a serem encaradas, e não teria nenhuma solução caindo no colo da noite para o dia. E isso me agradou muito.

Entretanto, do meio para o final do livro, a autora também pecou um pouco, ao meu ver, trazendo o começo da história do segundo livro para esse primeiro volume. Dando uma super profundidade a história do próximo casal, porém tirando um pouco do brilho desse, confesso.



Vamos aos nossos protagonistas. Devon é aquele famoso canalha com um bom coração. Mesmo ele tendo uma tremenda fama, não o achei isso tudo de ruim, na verdade o achei bem coerente e honrado, algo que não era de se esperar dele. Já Kathleen é uma protagonista forte, e em alguns momentos traz o lado mais humano de Devon para fora. Porém, em outros, ela é bem chata, o que mais me incomodou nela foi o fato dela julgar demais e se achar a pessoa mais sabia do mundo, aquela que pode tomar as melhores decisões, contudo, em vários momentos Kathleen se mostrou ser o pior tipo de pessoa, aquela que não sabe escutar os outros. Sério isso me irritava muito durante a narrativa, mas por conta dos acontecimentos me apareceu que a autora realmente queria que a protagonista fosse desse jeito (fazer o que né?).

No geral, esse foi um dos livros mais completo dessa autora, e para mim um dos maiores também, o que me assustou muito quando vi seu tamanho. E como já disse lá em cima, ele carrega o começo da história do segundo livro, então já deixou desde já avisado que tem que ler em ordem!!!!

Comente aqui um livro que a protagonista te da nos nervoso, porém isso não prejudica sua leitura ao todo.

Xoxo.

You Might Also Like

0 comentários