RESENHA: UMA DOBRA NO TEMPO

08:19


Editora: HarperCollins Brasil
Autor: Madeleine L'Engle
Série: Time Quintet, livro 01
Páginas: 240
Estrelas: ⭐⭐⭐
GOODREADS | SKOOB | AMAZON
**Cortesia da editora para uma resenha com uma opinião honesta**
Um clássico da fantasia e da ficção científica emerge!
Era uma noite escura e tempestuosa; a jovem Meg Murry e seu irmão mais novo, Charles Wallace, descem para fazer um lanche tardio quando recebem a visita de uma figura muito peculiar.
“Noites loucas são a minha glória”, diz a estranha misteriosa. “Foi só uma lufada que me pegou de jeito e me tirou da rota. Descansarei um pouco e seguirei meu rumo. Por falar em rumos, meu doce, saiba que o tesserato existe, sim.”
O que seria um tesserato? O pai de Meg bem andava experimentando com a quinta dimensão quando desapareceu misteriosamente... Agora, com a ajuda de três criaturas muito peculiares, chegou o momento de Meg, seu amigo Calvin e Charles Wallace partirem em uma jornada para resgatá-lo. Uma jornada perigosa pelo tempo e o espaço. Uma dobra no tempo é uma aventura clássica, que serviu de inspiração para os mestres da fantasia e da ficção científica do mundo, agora adaptada para os cinemas pela Disney. Junte-se à família Murray nesta jornada, entre criaturas fantásticas e novos mundos jamais imaginados.

Um sci-fi infanto-juvenil que me surpreendeu e me decepcionou ao mesmo tempo, contudo, no fim, eu adorei e não vejo a hora de ler a sequência. Confuso, eu sei, mas explicarei.

Uma dobra no tempo é o primeiro volume de uma série de cinco livros lançado, originalmente, em 1963. A narrativa do livro é leve, simples e ideal para crianças na faixa dos 10 anos para começar a se aventurar no mundo das fantasias e ficção científica. A forma como são introduzidos os elementos fantásticos e a ciência ao decorrer do livro é, ao mesmo tempo, simples e complicada, porque o conceito é complicado, mas a forma como a Madeleine L'Engle explicou, fez parecer simples.

A simplicidade do livro foi um incômodo para mim em alguns momentos porque, ao mesmo tempo que o conceito da história é bem introduzido explicado, o desenvolvimento dos personagens e seus relacionamentos são deixados de lado. Acredito que a razão para isso seja porque o livro é mais infantil e eu, por outro lado, estou acostumada a livros que focam mais no desenvolvimento dos relacionamento, sejam amorosos ou não, com a mesma importância que o progresso da história central.


Toda a explicação por trás da jornada dos protagonistas é interessante e me fez querer saber mais e mais do universo criado pela autora. E, mesmo sentido falta de um maior desenvolvimento dos relacionamentos, a história por trás da dobra no tempo me deixou satisfeita. Contudo, eu dei três estrelas porque mesmo com tendo ficado encantada com toda a magia que a Madeleine criou, eu queria mais dos personagens.

O livro foi adaptado e será lançado nas telonas em Março e eu estou super animada, porque, pelos trailers, o filmes parece que será bem fiel.




Se você ainda não leu esse livro, vale a pena dar a oportunidade antes do lançamento do filmes. E aproveitar essa edição maravilhosa da HarperCollins Brasil.

Beijos,

You Might Also Like

0 comentários