RESENHA: A MALDIÇÃO DE HOLLOW

08:47


Editora: Arqueiro
Autor: Nora Roberts
Série: A sina dos sete, livro 2
Páginas: 272
Estrelas: ⭐⭐⭐⭐
GOODREADS | SKOOB | AMAZON 

Quando tinham apenas 10 anos, Fox, Cal e Gage libertaram um demônio aprisionado havia séculos ao fazerem um pacto de sangue sobre a Pedra Pagã. O inocente ritual deu poderes sobrenaturais aos três jovens, mas lançou uma terrível maldição sobre Hawkins Hollow: a cada sete anos, a cidade é dominada por atos de loucura, violência e destruição.Vinte e um anos depois, esses irmãos de sangue começam a enfrentar mais um ciclo de batalhas contra o demônio, que terá seu auge no sétimo mês. Mas desta vez não estarão sozinhos: ao lado do trio de amigos estão Quinn, Layla e Cybil, três mulheres corajosas ligadas a eles pelo destino.Fox O’Dell, o advogado da cidade, é capaz de ler mentes, um talento que compartilha com Layla Darnell. A conexão entre eles pode se tornar o trunfo de que o grupo precisa para derrotar as trevas que ameaçam engolir a cidade. Porém, Layla está tendo dificuldade em lidar com sua recém-descoberta habilidade e com a forte atração que sente por Fox.

Não adianta, toda a vez que eu pego a trilogia A sina dos sete eu me lembro da outra série da Nora Roberts, também lançada pela Arqueiro, Primos O’Dwyer: as histórias em si tem muita coisa em comum, MUITAAAAA, então, quem está gostando dessa história pode ler a outra.

Com o desabafo feito, vamos à resenha!


Layla é uma personagem que eu gostei desde o começo, na verdade, eu gosto de todos os seis, mas para mim ela tem as reações mais coerente do que acontece com eles. Os meninos já passam anos vedo aquelas coisas. Quinn já lida com isso em sua vida profissional, então ver alguém que enlouquece quando um demônio põe suas mãos para fora, era bem necessário nesse tipo de história.  E esse é o maior drama da personagem, aquilo tudo nunca fez parte do seu dia a dia, ela tinha uma outra vida fora de lá, como mudar para uma cidade pequena e viver aquela loucura.

Todos esses questionamentos me aproximaram da personagem, afinal, eu moro no Rio de Janeiro, uma grande metrópole,então, talvez, eu não conseguisse me acostumar com uma cidade pequena e a vida nela, por mais que fosse confortável e tudo. 

Entretanto, para Layla não era só cidade, é destino, os amigos e é amor também. Tudo isso na balança para ficar. E nesse livro ela tem que tomar a decisão se aceita ou não aquilo.

Já Fox tem uma alma incrivelmente atormentada, eu achando que a mais quebrada era de Gage me surpreendi com o que veio dele, me trazendo para mais perto do personagem, mais empática por ele e tudo que passou.

Quando colocamos os dois, Layla e Fox, juntos eles funcionam bem, já teve casais da autora que não funcionaram tão bem como esses dois e isso me agradou de verdade. Eu queria saber mais dele, do dia a dia, dos dois juntos e a forma que um ajudou o outro, se tornando não apenas algo por atração física. Um da suporte para o outro superar dificuldades que só lendo para você entender.

A narração correu bem, e eu consegui me entreter o que estava ocorrendo no livro, tanto que ele não durou muito, me fazendo louca para o que estava por vir, e ainda assim mais animada para a história do terceiro casal.

Confesso que se eu talvez não tivesse lido a trilogia que comentei a cima, tudo na história teria sido mais incrível, pois como disse, então volto a repetir, tudo é muito parecido, o que torna as coisas um tanto sem graça, mudando apenas os casais, mas o plano de fundo sendo o mesmo.

Comente aqui um livro gostou muito do casal, mas não teve grandes surpresas.

XOXO.


You Might Also Like

0 comentários