REVIEW: DARKNESS MATTERS

08:00


Editora: Createspace Independent Publishing Platform
Autor: Jay McLean
Páginas: 200
Estrelas: ⭐⭐⭐⭐⭐💗

It’s the same old story, really.
Good versus evil.
Heroes versus villains.
Light versus dark.
For two years, college freshman Noah Morgan lived his life somewhere in the middle, fighting darkness and light, always searching for answers to a single question:
Why, Noah, why?
The same three words keep him up at night, struggling for air while gripping a plastic cylinder containing white pills to match the white label with his name printed in ink as deep and dark as his memories—memories that turned him into a recluse.
A shut-in.
An introvert.
Luckily for him, that’s not how the girl next door sees him.


Finalmente um livro novo da Jay McLean para me fazer parar tudo o que estou fazendo para ler.

Enquanto eu espero o livro do Leo, a Jay vem com uma historia completamente nova e diferente do que ela costuma lançar. Isso porque "Darkness Matters" não é um livro de romance onde o foco é o casal principal e os obstáculos que eles precisam superar para ficarem juntos. "Darkness Matters" é a história da Andie, mas também a história do Noah.

Andie é uma garota extremamente inteligente que tem um passado conturbado e problemático, por conta disso ela tem dificuldade para superar tudo o que aconteceu, não conseguindo seguir em frente com a sua vida. Noah, uma garoto de 18 anos tem o mesmo passado conturbado e problemático, porém, por motivos completamente diferentes.










Esse livro é sobre cometer erros e encarar as consequências, é sobre encontrar superação e auto descoberta. Contudo, também é um livro para você, que acha que seus problemas não importam porque existem alguém com problemas maiores que os seus, começar a entender que você importa.

Mas vamos deixar claro que esse livro NÃO É um romance. Se você já leu outros livros da autora, não vá com expectativas de que o romance entre os protagonistas vai ser o assunto principal do livro, porque nem secundário é. O romance é quase inexistente até porque esse não é o foco da Jay para contar a história da Andie e do Noah. E, para mim, foi o que deixou o livro mais incrível. 

Essa história tem um final aberto com diversas perguntas a serem respondidas e não se sabe se haverá uma continuação ou não. Mas, depois de um tempo refletindo sobre o que foi dito no livro, tudo bem não ter uma continuação e as perguntas ficarem sem respostas, o que importa e a mensagem que a autora conseguiu transmitir de maneira excepcional em tão poucas páginas. 

Quem também é fã da Jay e sonha com o dia que uma editora brasileira vai traduzir seus livros para todo mundo poder ter acesso?

Beijão, 

You Might Also Like

0 comentários