RESENHA: FERA

08:00


Editora: Seguinte
Autor: Brie Spangler
Páginas: 384
Estrelas: ⭐⭐⭐⭐
GOODREADS | SKOOB | AMAZON 
**Cortesia da editora para uma resenha com uma opinião honesta**

Dylan não é como a maior parte dos garotos de quinze anos. Ele é corpulento, tem quase dois metros de altura e tantos pelos no corpo que acabou ganhando o apelido de Fera na escola. Quando ele conhece Jamie, em uma sessão de terapia em grupo para adolescentes, se apaixona quase instantaneamente. Ela é linda, engraçada, inteligente e, ao contrário de todas as pessoas de sua idade, parece não se importar nem um pouco com a aparência dele. O que Dylan não sabe de início, porém, é que Jamie também não é como a maioria das garotas de quinze anos: ela é transgênera, ou seja, se identifica com o gênero feminino, mas foi designada com o sexo masculino ao nascer. Agora Dylan vai ter que decidir entre esconder seus sentimentos por medo do que os outros podem pensar, ou enfrentar seus preconceitos e seguir seu coração

Uma das coisas que eu mais gosto do Young Adult é que ele pode ser mais profundo do que as pessoas pensam, eles ensinam mais do que você esperam e no final da leitura você sente que evoluiu junto com o personagem.


Ao ler a sinopse de "Fera", eu estava esperando um livro voltando no conflito de um garoto (fora dos padrões de beleza) com uma menina trans. Eu achei que o desafio seria focado somente no relacionamento dos dois. Porém eu estava redondamente enganada.

"Fera" é um livro profundo, que fala sobre psicológico, que nem o cara feio é totalmente infeliz e nem o bonito é feliz. O livro nós obriga olhar para dentro como os personagens estão fazendo e notar que somos cheios de defeitos e falhas, no final nos somos horríveis. Mas, nós temos coisas boas, podemos ser boas pessoas, podemos compreender a diferença, podemos ir além.

O livro, vai além de Dylan, nosso protagonista confuso que carrega o nome fera por conta de sua aparência. Quando imaginei o personagem, o vi como um garoto que sofre bullying, montei sua imagem na minha mente, mas logo ela se desfez. Dylan sofre coisas, mas causa coisas também, e para mim no primeiro momento foi um leve choque, conhecer personagens nem tão certo e nem tão errados como Dylan é raro. Para mim, o fator do personagem principal andar entre o preto e o branco é fantástico, nos fazendo ter empatia por ele e raiva ao mesmo tempo.

Jamie é doce, simplesmente doce, mas ela também erra, e isso é fantástico. Nós somos humanos, as vezes vamos falar as palavras erradas nas horas erradas; não somos super heróis por mais que tentemos ser. Somo mais do que um selo de ‘garota trans’ e é isso que Jamie, para mim, simboliza. Ela é trans, mas também é uma garota linda que sabe se vestir bem e muito mais.


"Fera" é mais um livro que nós questiona e nós faze olhar além. Com um romance doce e juvenil. Fera vai se fazer questionar o quão bom e o quão mal você é.

Justificando: Sim eu dei 4 estrelas mesmo o livro e fo##, entretanto, no enredo, senti que para o final, as coisas correram e ficaram no ar alguns pontos, que eu, Carla, julguei importante e queria que fosse mais explicados. Contudo, isso não abala o quão bom foi ler esse livro.

Comente aqui o livro que te faz avaliar a vida, e que no final foi muito mais do que você estava esperando a princípio.

XOXO.


You Might Also Like

0 comentários