RESENHA: ONZE LEIS A CUMPRIR NA HORA DE SEDUZIR

08:00


Editora: Arqueiro
Autor: Sarah MacLean
Série: Os números do amor, livro 3
Páginas: 344
Estrelas: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
GOODREADS | SKOOB | AMAZON 
**Cortesia da editora para uma resenha com uma opinião honesta**


Juliana Fiori é uma jovem ousada e impulsiva, que fala o que pensa, não faz a menor questão de ter a aprovação dos outros e, se necessário, é capaz de desferir um soco com notável precisão. Sozinha após a morte do pai, ela precisa deixar a Itália para viver com seus meios-irmãos na Inglaterra.Ao desembarcar no novo país, sua natureza escandalosa e sua beleza estonteante fazem dela o tema favorito das fofocas da aristocracia. Pelo bem de sua recém-descoberta família britânica, Juliana se esforça para domar seu temperamento e evitar qualquer deslize que comprometa o clã. Até conhecer Simon Pearson, o magnífico duque de Leighton.O poderoso nobre não admite nenhum tipo de escândalo e defende o título e a reputação da família com unhas e dentes. Sua arrogância acaba despertando em Juliana uma irresistível vontade de desafiá-lo e ela decide provar a ele que qualquer um – até mesmo um duque aparentemente imperturbável – pode ser levado a desobedecer as regras sociais em nome da paixão


Talvez um dos melhores livros da Sarah para mim até o momento. Eu fiquei esperando por esse livro dês do primeiro da série "Números do amor". E ele não fez pouco das minhas expectativas.


Se tem uma coisa que esse livro cheira é a treta, meu Deus do céu, é confusão do começo ao fim, e eu amei isso. De verdade, acreditem quando eu digo que o gênero romance de época é o que mais me diverte entre todos os outros gêneros.

Juliana foi quem eu imaginei que seria: uma menina por fora forte que peita o mundo e não deixa ninguém ver suas fraquezas e por dentro era é frágil, mas nem por isso aceita que o mundo a veja assim. Simon, o Duque de Leighton, também não contradiz a imagem que é pintada dele no decorrer as série, e isso me agrada mesmo que eu tenha vontade de matar ele as vezes.

Explico: Simon é conhecido como o Duque do Desdém, 11° Duque de uma linhagem impecável, o homem mais poderoso de Londres, como ele, logo ele poderia cair e entender as armadilhas do amor? Como ele poderia se casar com a filha indigna de uma marquesa desonrada?

Não, ele não podia. Nós somos a sociedade que vivemos, um pouco fora da curva às vezes, mas em geral, ainda mais naquela época, devemos/tendemos a seguir o que nós é esperado. Ver a luta de Simon contra toda a tradição que foi embutida nele dês do momento do seu nascimento é um dos pontos importantes da narrativa, que foram muito bem trabalhados.


Outro fato que eu gostei muito desse livro foi a forma que a autora pós a participação dos dois irmãos de Juliana, protagonistas das outras histórias da série. A forma que a autora fez foi muito gostosa e não atrapalhou a narração do romance de Juliana e Simon, para mim, ficou até lúdico. Parecendo que as duas primeiras histórias foram necessárias para a terceira ocorrer.

O destino brinca com a gente, até nós livros. Por essas e outras Sarah vem se tornando uma das minhas autoras favoritas da vida, não somente do gênero romance de época.

Comente aqui aquele livro que alcança tudo que você está esperando e vai além.

XOXO.


You Might Also Like

0 comentários