TV ESPAÇO: AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES DE RIVERDALE

08:00


Riverdale é uma série que merece ser, além de assistida, mencionada, por isso resolvi fazer esses post contando as minhas primeiras impressões com essa série (ou falar como tem sido o desenvolvimento da mesma nesses cinco primeiro episódios).

Baseada nos personagens dos quadrinhos da Archie Comics que teve seu primeiro número lançado em 1942, a adaptação para a televisão é escrita por Robert Aguirre-Sacasa, atual chefe criativo da Archie Comis, e tem como produtor executivo Greg Berlanti, que também é produtor de Arrow, The Flash, DC's Legends of Tomorrow e Supergirl.


Todavia, ao contrario das histórias em quadrinhos, a adaptação criada para TV não tem, a principio, o foco no Archie Andrews. A série foca, ao menos a sua temporada de estreia, em toda a cidade de Riverdale, mas especificadamente na morte de Jason Blossom, que é o seu ponto de partida na hora do desenvolvimento de muito dos personagens. Riverdale é uma série sobre a cidade, seus moradores e os segredos de cada um. 

A série tem uma pegada misteriosa, um pouco no estilo de Pretty Little Liars, sem parecer surreal e idiota com o desenrolar dos mistérios apresentados (ainda, pelo menos). A fotografia trás um tom um pouco anos 1980 juntamente com a customização dos personagens e a ambientação que a série apresenta, fazendo com que a mesma fique mais misteriosa do que já é.


Sobre o assassinato de Jasom Blosson, todo mundo é suspeito, até mesmo quem, em teoria, não estava na cidade no dia que ele morreu, e assim a série vai deixando pistas para confundir quem assiste. E, particularmente, acho isso positivo, pois assim eles vão construindo o mistério de sua morte de maneira que na hora que forem apresentar a solução, exista uma real possibilidade de sermos superintendidos.

Eu tenho uma lista de suspeitos, claro, mas no fim, não acho que nenhum eles possa vier a ser assassino de maneira que faça algum sentido, entretanto, ainda não fomos apresentados as reais motivações por trás da morte do Jason, logo, fica difícil acreditar na inocência de alguém. 


Na minha opinião, nenhum desses suspeitos me surpreenderia, a menos que a motivação por trás do assassinato seja algo muito imprevisível e que ninguém esperava e que choque tanto os personagens envolvidos quantos os telespectadores.

Apesar dessa dúvida e medo a respeito da solução do assassinato que a série irá apresentar, ela conseguiu prender a minha atenção já no seu primeiro episodio e possui personagens que são impossíveis de não de apegar, assim como casais que são necessários de shipar. E mesmo não tendo rolando resposta concreta de nada ainda, as histórias de cada personagens dão mais do que motivos para continuar acompanhar e torcendo para cada um deles, seja a favor ou contra.

No geral, a série está indo muito bem no quesito construção e desenvolvimento de personagem. Com poucos episodios, já é possível notar mudanças e como todo mundo vai, ao poucos, ganhado a sua devida importância.

Conhece essa série? Ela já está sendo transmitida pelo canal Warner aqui no Brasil. Se faz seu estilo se série, juro que vale a penar dar uma oportunidade. 

Beijão, 

You Might Also Like

0 comentários