RESENHA: SALVA POR UM CAVALHEIRO

08:00


Editora: HarperCollins Brasil
Autor: Stephanie Laurens
Série: As irmãs Cynster - nova geração, livro 2
Páginas: 352
Estrelas: ⭐⭐⭐
GOODREADS | SKOOB | AMAZON 

 **Cortesia da editora para uma resenha com uma opinião honesta**
Londres, 1829.Impetuosamente sequestrada do baile de noivado de sua irmã Heather Cynster com o Visconde Breckenridge, Eliza desperta em um coche estranho a caminho de Edimburgo… Após passar 3 dias e 3 noites sedada, ela fará de tudo para escapar — nem que precise fingir estar desacordada para enganar seus algozes ao longo do percurso.
Enquanto percorre os prados escoceses pensando em pergaminhos a serem decifrados e em uma esposa com quem possa compartilhar a vida, o erudito Jeremy Carling é pego de surpresa ao ver uma mulher gritando desesperada de dentro de um coche. Parecia alguma conhecida… Alguém a quem fora apresentado em um salão londrino… Mais precisamente… Eliza Cynster!
Apesar de não ser nenhum herói, e sim um especialista em hieróglifos de grande prestígio, seu código de cavalheiro jamais permitiria ignorar uma dama aflita! Mas o perigo os espreita sorrateiramente na forma de um lorde misterioso que insiste em se apoderar de uma das irmãs Cynster. Um confronto à beira do penhasco colocaria um ponto final aos ardis do vilão oculto? Ou seria o momento certo para Eliza e Jeremy ousarem assumir um amor que nasceu em meio a tantos percalços?
Em “Salva Por Um Cavalheiro”, Stephanie Laurens presenteia seus leitores com a apaixonante história de Eliza, a segunda irmã Cynster, e Jeremy. Ao longo das estradas, vales e montanhas que ligam Edimburgo a Londres, a autora desenvolve uma narrativa audaciosa com personagens sedutores em uma trama de mistério capaz de prender a atenção até a última página.

Primeiramente, quero deixar avisado que não aconselho a leitura deste livro sem antes ler o primeiro da saga. Por mais que cada uma siga um casal diferente, há uma trama por trás que conecta as duas histórias. Então, para não haver spoilers, aconselho a seguir a ordem.



Confesso que, para mim, “Salva por um cavalheiro” deixou a desejar. Eliza, nossa protagonista, se considera a mais apagada das irmãs e, com o seu sequestro, até acontece um desenvolvimento pessoal, porém, na minha opinião, continuei achando a personagem completamente apagada em seu próprio livro. 

Piorando a situação, não consegui me apegar muito com Jeremy, ele é um excelente personagem. Um erudito apaixonado por seu trabalho, que se vê em meio a uma grande confusão por ser uma boa pessoa. Mesmo Jeremy sendo um encanto de personagem e realmente um cavalheiro, eu não consegui me apegar a ele como o fiz com o visconde do primeiro livro. 



O ponto alto desse livro, para mim, foi a narrativa do nosso vilão, eu adoro os momentos em que ele aparece e fico tentando descobrir quem ele é. Sem sombra de duvidas, nosso sequestrador misterioso das terras altas é o grande diferencial da serie. Até por conta dele que não aconselho a leitura fora de ordem.

Para minha surpresa, o final me deixou sem fôlego, realmente não esperava que as coisas fossem ocorrer daquela forma, me deixando completamente tão sem chão que tive que entrar em contato com a editora para saber quando saia o próximo, e graças ao deus pai todo poderoso, a continuação sai ainda esse ano no segundo semestre.

Comente aqui aquele livro que tinha os protagonistas certos, mas que deu errado.


XOXO.

You Might Also Like

0 comentários