RESENHA: A GAROTA DO CEMITÉRIO - OS IMPOSTORES

08:01


Editora: Valentina
Autor: Christopher Golden
Ilustrador: Don Kramer
Série: A garota do cemitério, livro 01
Páginas: 128
Estrelas: ⭐⭐⭐⭐
GOODREADS | SKOOB | AMAZON
Ela adotou o nome Calexa Rose Dunhill, inspirada numa lápide do sombrio ambiente em que acordou, ferida e apavorada, sem qualquer lembrança de sua identidade, de quem a jogou lá para morrer ou mesmo do porquê.Fez do cemitério o seu lar, vivendo escondida numa cripta. Mas Calexa não pode se esconder dos mortos – e, quando descobre que possui a estranha capacidade de ver as almas se desprenderem de seus corpos...Então, certa noite, Calexa presencia um grupo de jovens praticando uma sinistra magia. Horrorizada, testemunha o ato insano que eles cometem. Quando o espírito da vítima abandona o corpo, ele entra em Calexa, atormentando sua mente com visões e lembranças que parecem não ser dela.
Agora, Calexa deve tomar uma decisão: continuar escondida para se proteger – afinal, alguém acredita que ela está morta – ou sair das sombras para trazer justiça ao angustiado espírito que foi até ela em busca de ajuda?

Em “Os impostores” conhecemos nossa garota do cemitério e todo o motivo desse nome polemico. Para mim, a HQ pode ser dividida entre dois momentos: os desafios de sobrevivência de Calexa e os entendimentos de seus poderes.


No primeiro momento da história, ficamos muito presos ao pensamento da protagonista e conseguimos entender sua forma de pensar, agir e até mesmo como é o seu dia a dia. O que, para mim, foi muito importante, principalmente para criar empatia pela personagem e sobre toda sua situação. Também me fez refletir sobre se ocorresse o mesmo comigo, eu não teria o mesmo sangue frio da personagem, o que nos deixa com alguns pontos de interrogação para serem respondidos ao decorrer da saga.


Já no segundo momento, entendemos, junto com a personagem, seus poderes funcionam, como lidar com eles, e os problemas que vieram juntos. Em nenhum momento a personagem estava procurando uma aventura, e quando vê, já está presa em uma que mesmo que não tenha nada haver com seu foco principal, guia nossa protagonista em direção as suas próprias respostas.

Uma coisa que me surpreendeu e agradou nessa história foram os personagens secundários e ajudantes da nossa heroína que, mesmo não sendo nada do que eu estava esperando, eu amei eles.


A garota do cemitério é um a HQ com três volumes, e a editora que fez um ótimo trabalho com a adaptação e tradução do material. Se eu fosse ter que criticar algo nessa história seria o fato de 128 páginas terem sido pouco, pois mesmo a história fechando bem, nos deixa doidos pelos próximos volumes da série.

E ai, comente aqui quem está adorando esse momento editorial em que as editoras estão investindo em quadrinhos.

XOXO.

You Might Also Like

0 comentários