RESENHA: PERCY JACKSON E O LADRÃO DE RAIOS

08:00


Editora: Intrínseca
Autor: Rick Riordan
Série: Percy Jackson e os Olimpianos, livro 01
Páginas: 387
Estrelas: 4.5/5
GOODREADS | SKOOB | AMAZON 
Primeiro volume da saga Percy Jackson e os olimpianos, O ladrão de raios esteve entre os primeiros lugares na lista das séries mais vendidas do The New York Times. O autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras no século XXI. Nelas, os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade. 
O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses

Por Zeus, por que eu demorei tanto para ler essa saga? Sério, depois do primeiro livro eu não consegui mais parar. Li tudo em uma semana para vocês verem como eu realmente gostei da história.


O livro é narrado em primeira pessoa, o que normalmente não me agrada, pois vamos ver aquele mundo pelos olhos de um personagem e isso modifica muito o que vemos. Entretanto, o charme do livro é justamente ser narrado pelo Percy, de forma que deixou a leitura mais divertida e irreverente. Percy é um adolescente que transforma as tragédias em comédias com seus pensamentos, comentários e formas de ver o mundo. Te garanto que a experiência não seria nem a metade do que foi se fosse narrado em terceira pessoa.


Um dos motivos de ter me segurado para não ler o livro era o fato do personagem ter apenas 12 anos e cair em aventuras loucas. Claro que eu entendo que os personagens da mitologia grega provavelmente tinham uma idade próxima a de Percy quando foram para suas aventuras, mas os tempos mudaram e eu esperava ele um pouco mais velho. O que acontece é que Percy não age como uma criança de 12 anos, para mim ele já deveria ter uns 15 dês do primeiro livro e sempre que falavam a idade eu ficava meio confusa, mas relevava, acho que se eu fosse apontar um erro do livro seria a idade não condizer com as atitudes do personagem.

Fora esse detalhe a aventura do jovem meio-sangue é para qualquer idade. Sério, para qualquer mesmo, pode divertir um adulto e encantar uma criança, então aqueles que não querer lê-lo por achar que já passou a época, não temam e se divirtam.


O livro tem inicio, meio e fim para aquela aventura proposta para aquele livro, mas como se trata de uma série, vemos que algumas coisas são deixadas em aberto, e já sabemos um pouco qual vai ser o norte que a saga vai seguir, o que foi muito bom, ao meu ver, só de deixou mais animada para ler os outros livros e ver como tudo iria acontecer.

Mais alguém demorou anos para dar uma chance a esse garoto? Quem leu e agora quer comer tudo na cor azul? Quem vai dar uma chance agora? Comentem aqui queremos saber o que acham dessa Saga que já morar no meu coração.

XOXO.

You Might Also Like

0 comentários