REVIEW: IT AIN'T ME, BABE

08:00

Autor: Tillie Cole 
Série: Hades Hangmen , livro 1
Páginas: 466
Estrelas: 4,2/5
GOODREADS  | SKOOB | AMAZON

NUNCA ME SENTI TÃO BEM AO PECAR...
UM ENCONTRO ACIDENTAL.
UM ENCONTRO QUE NUNCA DEVIA TER ACONTECIDO.
Há muitos anos, duas crianças de mundos completamente diferentes estabeleceram uma ligação, uma ligação fatídica, um vínculo inquebrável que mudaria suas vidas para sempre...
Salome apenas conhece uma maneira de viver sob os regulamentos do Profeta David. Na comuna que ela chama de casa, Salome não conhece nada da vida além de sua estrita fé, nem da vida além da Cerca A cerca que a aprisiona, que a mantém presa num ciclo interminável de miséria. A vida que ela acredita que está destinada a ter, até que um acontecimento horrível a liberta.
Escapando da segurança que ela sempre conheceu, Salome é lançada no mundo exterior, um mundo assustador cheio de incertezas e pecado; para os braços protetores da pessoa que ela acreditava que jamais iria encontrar novamente.
River 'Styx' Nash sabe apenas que uma coisa é certa na vida, ele nasceu para usar um colete. Cresceu num mundo turbulento de sexo, Harleys, e drogas. Inesperadamente Styx tem o pesado fardo do martelo de juiz de Hades Hangmen sobre ele, e tudo na idade madura de vinte e seis anos para a alegria de seus rivais.
Atormentado por um destrutivo problema de fala, Styx rapidamente aprende a lidar com seus inimigos. Ganhou uma temível reputação como um homem com quem não se deve mexer no mundo sombrio dos fora da lei do MC, com os seus poderosos punhos, uma mandíbula de ferro e o uso hábil da sua preciosa lâmina alemã. Uma reputação que mantém as pessoas com êxito á distancia.

Styx tem apenas uma regra na vida, nunca deixar ninguém chegar perto demais. É um plano que ele mantem-se fiel por anos, isto é, até que uma jovem é encontrada ferida no seu território... uma mulher que lhe parece estranhamente familiar, uma mulher que distintamente não pertence em seu mundo, mas uma mulher que se sente relutante em libertar...

Ao começar a ler essa saga de Tillie Cole você deve estabelecer algumas coisas: ela não vai criticar religiões, porém ela vai falar de coisas que acontece por ai e a gente nem sabe, mas acontece; ela não vai falar de um mudo correto nem do lado certo das coisas, e sim de uma realidade, em parte ficcional, não duvido muito de que certas coisas que ela ira descrever são realmente reais, algumas eu tenho certeza que são, contudo, cabe a cada um julgar. Como esse livro vem com a "realidade" de vida de motoqueiros (que tem seus códigos e condutas) e  o "fanatismo religioso", muitas coisas são intensas.

Então, mais uma vez, esse livro é uma ficção, entretanto, aborda temas um tanto complicados, e  mostra o quão distorcido os personagens poderiam ser, porém no fundo todos eles só querem duas coisas: um final feliz e sexo.

Não recomendo essa história para quem tem estomago fraco, muitas coisas são bem cruéis e tentar imaginar isso é bem doloroso. O pior de tudo é que os personagens e a trama são bem construídos, então se você começar a ler, vai sofrer, porém você não vai poder parar de ler, pois você vai querer saber o final da história, foi mais ou menos o que ocorreu comigo.

É um livro grande, diferente dos livros de MC (motorcycle club) que eu já li. Em alguns momentos senti que a história estava um pouco arrastada, mas nada que me fizesse desistir do livro.

Salome e Styx são personagens bons, ambos têm sua carga emocional muito forte, se não fosse assim eles não dariam certo, por seus motivos diferentes, ambos estão quebrados e é isso que faz funcionar.

“It ain’t me, babe” é o livro para quem ta querendo algo mais dark no sentido real da coisa, que adora um livro de MC, recheado de traição, teoria da conspiração, reviravoltas, personagens para lá de complexados e romance. Se é isso que está procurando cai dentro dessa saga pois ela não vai te deixar na mão.

Alguém já leu algum livro da Tillie, alguém já leu esse livro e deseja comentar? Ou quem depois dessa resenha desistiu de ler o mesmo por não ter estomago? Comentem aqui nós queremos saber.

Xoxo.



You Might Also Like

0 comentários