RESENHA: O QUE EU QUERO PRA MIM, Lycia Barros

08:00


Editora: Arqueiro
Autor: Lycia Barros
Páginas: 208
Estrelas: 4/5
**Esse livro foi cortesia da editora para uma opinião honesta**

O Que Eu Quero Pra Mim - Alice é independente, bem-sucedida profissionalmente e muito ambiciosa. Além do sucesso no trabalho, tem um namorado que é o sonho de qualquer mulher: lindo, apaixonado, louco para se casar e ter filhos. Mas ela não é qualquer mulher, e acha que a carreira vem antes de tudo. Então, quando Casseano a coloca contra a parede e exige mais espaço em sua vida, os dois entram em um impasse e acabam se separando. Em poucos dias, Alice sente que o fim do relacionamento está sendo mais duro do que esperava. Para piorar, o trabalho entra em crise e sua sócia, preocupada com a saúde da amiga, a obriga a se afastar por um tempo. As férias a ajudarão a arejar a cabeça e voltar mais produtiva.
Com tudo dando errado ao mesmo tempo, Alice aceita a sugestão e compra uma passagem para Londres. Chegando lá, mergulha numa profunda jornada de autodescobrimento e percebe o que realmente importa para ela.O que eu quero pra mim é um romance inspirador, que fala sobre a importância de conhecer a si mesmo e descobrir as próprias necessidades antes de trilhar de forma plena o caminho do amor.


O livro é narrado em terceira pessoa e possui uma narrativa um pouco dramática, com se tivesse uma voz narrando a sua vida e fazendo soar interessante

A história aborda a história de dois casais e como desastres aconteceram em suas vidas para que depois tudo ficasse bem. Mas o foco principal é a Alice e como tudo o que ela fala e faz interfere – e ajuda – as outras pessoas ao seu redor.

Luana, é a amiga para quem Alice recorre quando sua vida no Brasil começa a complicar e ela é forçada a tirar férias. Hm, a maneira como ela é retratada no livro não fez com que eu torcesse por ela. Luana é egoísta e uma péssima mãe e amiga em alguns pontos. Esperava que outras coisas acontecesse com ela, mas outras aconteceram. E Eamon, o ex da Luana, não se conforma com o fim do relacionamento – sem ser louco – mas ele foi um personagem por quem eu torci, e no fundo, fiquei feliz com o seu final.

Alice, em si, é um personagem que se diz independente e isso é o que prejudica o seu relacionamento com Casseano. Ela é a típica mulher confusa com a vida, mas não é uma personagem chata, é até interessante conforme vamos descobrindo o que aconteceu em sua vida. As interações ela com o Pietro – filho da Luana e do Eamon – foram extremamente fofas <3 e eu queria que tivesse tido mais.


Sobre o rumo que a história tomou, para mim, a autora se perdeu um pouco em alguns aspectos, principalmente com relação a Alice e Casseano. Não gostei de algumas coisas que foram insinuadas ao longo do livro e eu torcia por mais drama, mais eventos traumáticos, mas tudo fico naquele nível médio sem nenhum grande acontecimento.

No geral, eu fiquei feliz com o desfecho da história e com o crescimento de cada personagem, principalmente da Alice – que foi daquela mulher que se achava autossuficiente a apoiar nos outros quando precisava. Mas a grande surpresa foi a escrita da autora que me fez voar pelo livro e aproveitar cada palavra e agora super quero mais.

Espero que tenham gostado e se interessado pelo história. 
Até o próximo e mil beijos, 

You Might Also Like

0 comentários