PRIMEIRAS IMPRESSÕES: Agência de investigações holísticas Dirk Gently, de Douglas Adams

08:00

Editora: Editora Arqueiro
Autor: Douglas Adams
Título original: Dirk Gently's Holistic Detective Agency
Páginas: 240
GOODREADS | SKOOB | AMAZON


**Esse livro foi cortesia da editora para uma opinião honesta**

Agência de Investigações Holísticas Dirk Gently - “Um colossal épico cômico musical romântico policial de horror sobre viagens no tempo, fantasmas e detetives.” — O autor
A série O Mochileiro das Galáxias consagrou Douglas Adams por sua fina ironia e sua capacidade de elaborar histórias hilárias e inusitadas. Porém, essa não foi sua única obra-prima. Também na década de 1980, ele criou o personagem Dirk Gently, cujos elementos principais surgiram quando escrevia episódios para Doctor Who, outro ícone britânico da ficção científica.
Adams morreu em 2001, deixando dois volumes sobre as aventuras do detetive carismático e arrogante. Agora, finalmente, o primeiro livro é publicado no Brasil.
Richard MacDuff é um engenheiro de computação perfeitamente normal que sempre se comportou muito bem, obrigado, até o dia em que deixa uma mensagem equivocada na secretária eletrônica de sua namorada, Susan Way. Arrependido, toma a decisão mais natural possível: escalar o prédio dela e invadir seu apartamento para roubar a fita com a gravação.
Na vizinhança, Dirk Gently bisbilhota os arredores com seu binóculo quando presencia o ato tresloucado do antigo colega de faculdade e decide entrar em contato para lhe oferecer seus serviços investigativos. Depois de uma série de acontecimentos bizarros, o detetive percebe uma interconexão obscura entre a atitude estapafúrdia do amigo e o assassinato de Gordon Way – irmão de Susan e chefe de Richard, que passa a ser suspeito do crime.
De uma hora para outra, os dois veem-se envolvidos num caso incrivelmente estranho, com elementos díspares e desconexos que, no final, conseguem se encaixar de forma perfeita e construir uma trama típica de Douglas Adams.

Vou confessar uma coisa, com alto risco de ser julgada, condenada e morta: eu não consigo gostar do Guia dos Mochileiros das Galáxias. Desculpa nerdosfera, sou uma geek falha, poser, não mereço esse título.

Quando a Arqueiro enviou a cartilha de lançamento sobre os livros que o blog poderia escolher pra resenhar  (isso mesmo, somos parceiros da Arqueiro. Esperamos que possa ser tão proveitoso pra eles quanto está sendo para nós =D), eu pensei “vou dar mais uma chance ao Douglas Adams”. Eu dei e… vamos às (primeiras) impressões.


Agência de investigações holísticas de Dirk Gently começa contando uma porção de casos que não fazem nenhum sentido, casos aparentemente isolados, como o do Monge Eletrônico que precisa acreditar em tudo, mas que quebrou e começou a acreditar em tudo mesmo, ou da menina que cansou de levar toco do namorado, ou da festa de um engenheiro na faculdade. Quando comecei a ler fiquei meio “what the fuck?”; Esse engenheiro fala pra gente do Dirk, um cara que é uma espécie de Mentalista, ou seja, que de um jeito bem humorado, e BEM OBSERVADOR consegue descobrir coisas sobre pessoas - ou coisas sobre coisas. Esse “poder” coloca ele em apuros, ele é expulso da faculdade, some, volta reassumindo vários pseudônimos, sendo Dirk Gently um deles… e eu parei aí.

Eu assumo que fiquei um pouco confusa e não estava preparada pro turbilhão de informações que é a escrita do Adams. O jeito sarcástico de fazer humor me ganhou de cara, mas a história em si foi algo que não me prendeu do jeito que eu achei que prenderia. E é por isso que eu tô colocando ela no pause, pra quando eu estiver no clima. O livro reúne todas as características que eu adoro: suspense, humor, uma pitada sobrenatural, alguma coisa relacionada ao espaço (por favor, por favor). Talvez quando as coisas focarem mais do Dirk e menos no “antes”, eu me apaixone de vez.

Como eu sou brasileira e não desisto nunca, já coloquei um prazo pra entregar a resenha pronta, do livro todo, então anotem no calendário: dia primeiro de julho (01/07), vocês podem voltar aqui, que vão ter uma resenha falando bem (ou falando mal), mas falando desse livro.


Agora vamos falar do cuidado da Arqueiro?
Eu e Lia estavámos com uma expectativa sobre os livros chegarem, né? O dela não chegou porque ela pediu um desses livros de colorir terapeuticos e eles fugiram das estantes das lojas, então a Arqueiro pediu desculpas e compensou no próximo mês. Eu pedi esse lançamento e recebi um kit maravilhoso, que eu até poderia sortear pro blog, mas é o meu primeiro kit recebido de parceria e eu quero guardar pro resto da vida <3

O livro foi enviado dentro de uma caixa de pizza linda e com esse marcador de gatinho que dá até pena de usar - já falei pra vocês que sou uma crazy cat lady? Além de ter essa capa maravilhosa né, migos? Amei demais <3

Já leram Agência de investigações holísticas Dirk Gently? Alguma coisa do Douglas Adams? Fala pra gente aqui nos comentários!

Beijos e Beijos!

You Might Also Like

0 comentários